Aviso aos neófitos

Ninguém mais é liberal, a melhor coisa do mundo é o governo pagar pelas suas contas e melhor ainda seria se o governo garantisse cada investimento errado realizado.

Chegamos ao risco zero?

Todo ano milhares de empreendedores perdem 20 mil, 30 mil, 50 mil, 100 mil, 500 mil reais em novos negócios, ideias e potenciais que não se realizam no tempo estimado.

A história é quase a mesma com os especuladores aventureiros, do tipo carroça na frente dos bois.

Com o prejuízo e duros, precisam recomeçar, com trabalho e dedicação, sem tempo para nada, dedicam a vida ao trabalho para reconquistar o prejuízo, que talvez não seja mais recuperado.

Mas e se toda vez que um empreendedor ou investidor errasse o governo pagasse a conta?

Bem, é mais ou menos este o recado que os bancos mundiais estão passando para o mundo, mas ao invés de trazerem a salvação, eles estão acelerando a próxima grande depressão econômica.

Com este cenário, atualmente o melhor negócio pode ser comprar penny stocks pré-falência e segurar por inúmeros anos, gastando uma mixaria para construir a sua próxima fortuna… contraintuitivo não?

Em primeiro lugar, existem duas partes do Brasil, a primeira, é o Brasil das ruas, com insegurança, falta de saúde pública, educação precária e infra-estrutura precária.

Os inimigos da prosperidade nasceram antes de você.

São duas visões, uma em que o Brasil das ruas está sucateado – é só sair do centro – e a outra, que o Brasil da Bolsa de Valores está barato. Um erro de precificação dos ativos…

A condição para empreender no Brasil é uma das piores do mundo, nas últimas semanas fiz duas viagens de carro e pude ver que o que já não era bom, está ainda pior.

Casas para venda, aluguel, pavilhões desocupados e quebrados, ruas e calçamentos esquecidos, empresas fechadas.

O mundo real é duro com o Brasil, mesmo com a recente decisão unânime do COPOM trazendo a taxa básica de juros, #SELIC para 2,25% ao ano, e o dólar a quse R$6,00 reais em um país com fortes vantagens exportadoras.

Mas alegria de pobre dura pouco e os estoques de #petroleo mundiais estão altos e o nosso aço não pode ser utilizado enquanto não houver demanda para ele.

O dinheiro não gira, nada sai do chão.

A lista de PLs negativos da #Bolsa de Valores só cresce e nem começamos a ver os impactos do #covid nos balanços das empresas.

O Brasil precisaria de mais 50 anos para a recuperação. O principal sinal disso será quando você caminhar pelas ruas dos bairros com saneamento e calçamento para os pedestres… anote isto, o Brasil não está pronto nem para a próxima geração e nem estou falando dos valores sociais perdidos.

Sim, nós sabemos que alguns setores puderam aumentar os seus resultados durante o COVID, mas o problema é muito maior do que imaginamos.

Por outro lado, temos o Brasil do Instagram, que é o mesmo Brasil da Bolsa de Valores – a hipótese dois – a demanda por novos investidores no país só cresceu, todo mundo quer ser um daytrader de instagram ou do youtube.

O mercado de ações virou o mercado dos amadores, não iniciados, atrás de dinheiro rápido para recuperar o prejuízo da vida real, com a sua legitima visão oportunística sobre as coisas, mais especulação do que mentalidade investidora.

Perde-se a vontade de empreender, o negócio é investir na bolsa…

Comprar ações, televisão e sofá?

Existem duas partes do Brasil, a primeira, é o Brasil das ruas, insegurança, falta de saúde pública, educação precária e infra-estrutura precária.

Recentemente, escrevi o texto “As ações sobem, os lucros não”, em carácter educativo – que me rendeu a primeira linha do Google no tema – já que é este o meu papel por aqui. Desde lá, o índice Bovespa (ou o índice foguete desgovernado) apontou os 97 mil pontos, subindo 10 mil pontos.

Mas houve uma reunião do conselho nacional do Brasil do Instagram, da hipótese dois, dos novos investidores, apressados devido ao fear of missing out, e eles decidiram que conhecimento é mato.

Milhares de novos investidores querem fazer dinheiro rápido acreditando que vamos direto dos 70 mil para os 120 mil pontos, sem parada, é só comprar que tudo sobe, feito um foguete da SpaceX.

Não para menos, as notícias recentes das corretoras falam em uma bolsa hollywoodiana no final do ano.

Teria lógica, com o #fed pagando e o governo garantindo tudo, em algum tempo os especuladores perceberiam que não existe mais risco na economia, é só comprar.

Ou tudo iria colapsar?

Sem os conceitos certos, nenhuma estratégia funciona por muito tempo.

Existem algumas formas de ganhar dinheiro com daytrade: escrevendo um livro, ensinando, operando dinheiro dos outros, trabalhando por um salário na área, colocando o método em prática com o seu próprio dinheiro (a ordem é mais ou menos essa).

Enquanto isto, o mundo ainda desconhece a conta do #covid e seus impactos, ou seja, os bancos mundiais estão mais preocupados em minimizar os impactos da catástrofe que escrevi recentemente, do que saberem o tamanho da conta.

As maiores fortunas procuram o ouro, o UBS recomenda que não sigam os daytraders e Ray Dalio fala em 10 anos perdidos.

Bom final de semana.

Abraço,

Marcelo