Edição 48 – O pior já passou? Voltaremos a vida normal?

Está é uma publicação exclusiva para assinantes e é disponibilizada nas nossas plataformas.

O pior já passou e voltaremos a vida normal?

Mundo:

Mercados sobem com força, mesmo com o mundo em tensão. Em linha com a nossa publicação da semana passada.

Os lucros das empresas não mudaram, assim sendo, este movimento é puramente de expectativa de melhoria da economia. O ambiente é confuso, protestos no mundo, guerra comercial com a China, COVID e flertes com a reabertura econômica. Já se fala em recuperação econômica, mas as empresas e pessoas continuam em dificuldades. A Bolsa descola da vida real e com isso poderá corrigir no curto prazo.

Estados Unidos:

S&P 500 acumula 9,27% de alta desde o último mês. Taxa de desemprego nos Estados Unidos caindo.

Brasil:

IBOV acumula 18,68% de alta desde o último mês.

Como os lucros das empresas não cresceram e as ações subiram fortemente podem ocorrer correções no curto prazo, afinal, as coisas não sobem para sempre.

Economia:

Estímulos fiscais aumentando nos Estados Unidos e Europa.

Selic na mínima histórica no Brasil, deve favorecer o ambiente de negócios em uma recuperação econômica. E especulasse chegar a 2% ao ano o que favorecerá ainda mais o ambiente de negócios.

Dólar em queda de -3,47% em 1 mês.

Ouro em alta de cerca de 1% em 1 mês.

COVID

Continuarmos com recorde em casos e com o medo de uma segunda onda COVID.

Setores:

Bancos e shopping centers ficaram para trás durante o COVID e podem apresentar uma retomada com as expectativas de reabertura econômica.

Portfólio:

Uma vez que o cenário parece estar em transição, os investidores estão reavaliando as suas posições em suas carteiras de investimentos. Lembre-se das aulas do Carteira Inteligente.

Abraço

Marcelo