Edição 38 – Empresas Boas

Boa tarde.

 

Mundo

Com a entrada dos Bancos Centrais imprimindo dinheiro, comprando dívidas, ações e o que vier pela frente para evitar uma desaceleração acentuada da economia e uma quebradeira generalizada os riscos de encontrarmos grandes instituições financeiras ou privadas boiando no dia seguinte foi minimizado. Em consequência disso tempos os últimos pregões positivos, desde a minha última publicação para vocês, encontrada neste link https://reut.rs/2Uc7Rhn

 

Não pense que acabou

Agora começaremos a ver os indicadores econômicos antecedentes se deteriorando com o shutdown da economia, pedidos de emprego já se multiplicaram nos Estados Unidos e na Inglaterra. Já são milhões de desempregados e autônomos sem receita (muitas vezes sem condições de colocar comida na mesa). Quando os indicadores começarem a chegar teremos novas volatilidade nas bolsas mundiais, quem sabe, voltando a cair com a desaceleração econômica.

 

Brasil

O Brasil seguirá o caminho mundial, não somos imunes social nem economicamente, sofreremos os impactos ao longo dos meses e a retomada econômica deverá ser lenta.

Se você é empresário comece a fazer a sua lista de cortes de custos e despesas, quem não cortar na pele, não tiver caixa e boa gestão financeira irá ter desafios ainda maiores pela frente.

 

Empresas para Longo Prazo

Não faça o que os gerentes de contas dos bancos e corretoras estão falando (fazer eles não fazem mesmo…).

Nos últimos dias surgiu uma enxurrada de pessoas falando em comprar empresas do setor de aviação brasileiro, ramo do petróleo e etc…

É hora de ter ações de qualidade na carteira, esqueça qualquer outra coisa que não seja isso, foque em empresas fortes, sólidas, com lucros fortes e principalmente baixo endividamento.

Não pense em ganhar dinheiro nas quedas, pense em sobreviver.

Atualmente só em uma pesquisa de PE já se encontram ótimas oportunidades para o longo prazo.

Por hora, esqueça qualquer coisa que não seja qualidade e longo prazo.

Prudência, mais do que nunca.

Abraço,

Marcelo