Estou mais para Amazon que Petrobras.

Aqui em casa em algumas coisas estamos no século XX, em outras, no século XXI, enquanto isso a Amazon chegou ao valor de mercado de 1 trilhão. Um negócio do século XX transformado no século XXI.

Caro leitor,

Qual é o seu objetivo pessoal? De que forma você conquista o seu objetivo dia após dia?

Para fazer isto você precisa ser organizado, nas últimas semanas, reorganizei muitas coisas internas, em casa e do trabalho. Stress mata, tranquilidade não. E eu realmente acredito que você precisa se livrar de algumas coisas e dar atenção ao que realmente você quer para seguir em frente e alcançar os seus objetivos.

Eu escrevo todas as semanas para ajudar aos que já buscam a encontrar um caminho, que já combine com eles, para que possam ser mais feliz, independente do dinheiro e com isto você recebe uma porção de ideias, que podem ou não fazer sentido.

Em analogia, me tornei um pouco mais Amazon nas últimas semanas.

E quero propor este exercício para você… se você fosse escolher uma empresa para modelar a sua vida na próxima semana, qual seria?

Algumas escolhas pessoais e a sua relação secular.

Escolhas / Secularidade:

Livros Século XX e XXI (menos o teste dos 10 anos)
Comida Século XXI
Vestuário Início do Século XX
Músicas Século XX e XXI (menos mainstream)
Comunicação Século XX
Investimentos Ambos
Mobilidade Século XXI
Compras no mercado (online) Século XXI

Acredito que muito na vida deva ser tomado pela da via negativa, ou seja, na escolha de um carro parte-se pelo pressuposto de não o ter, ou parte-se da escolha dos que você não gostaria de adquirir ao que escolheu. Configurando-o como um talebiano.

No vestuário isso seria, a persistência do que é clássico (o clássico não sai da moda) então você evita perder tempo e dinheiro com a chegada do lançamento IMPERDÍVEL da próxima estação. Não estou falando de felicidade, felicidade é outra coisa.

Na música, seria, preferir Tony Bennett a Lady Gaga, ou Frédéric Chopin (o mais tocado enquanto escrevo esta newsletter para vocês).

Uma vez que sou desfavorável a comunicação pela via positiva, pois é extremamente mais custoso em tempo, e tempo é a única coisa que eu realmente tenho, não vou sair entregando assim…

Como diria o penúltimo e mais recente livro lido de Sêneca.
“Se consagras ao estudo um tempo que roubas à vida social, tu não podes ser acusado nem de abandonar nem de faltar ao teu dever. (…) não mais serás uma carga para ti mesmo, nem inútil aos outros. Farás inúmeros amigos e todo homem de bem virá espontaneamente ao teu encontro, pois ninguém ignora a virtude. ”

Me ponho a pensar, se valeu a pena o abandono ao WhatsApp, e aqui mais uma vez a via negativa me ajudou.

Outro exemplo são os livros, eu e a R. somos leitores assíduos, temos mantido um bom índice de conclusão de livros, e hoje recebemos 9 livros, dentre eles 4 já haviam sido lidos em versão digital (tanto e-readers ou audiobook). Assim sendo: Século XX e XXI, com a subtração dos livros que não passaram pelo teste dos 10 anos.

Você pode perder anos da sua vida em um piscar de olhos, basta tomar uma decisão.

Existem 15 formas de falar com o meu colega ocupadíssimo da faculdade…que passa o dia zanzando no push do e-mail, de notificação em notificação. Existem 3 formas de falar com o meu pai, um admirável ser humano do século XX (como o amo). E existem 5 formas de falar comigo, eu acho um excesso. Seguimos pela via negativa.

Veja bem, no mercado financeiro, por exemplo, você pode perder 5 anos falando em cotações e de notícias até que um dia você abandonará o seu código genético…. Pare! Vamos minha gente, menos precisa ser mais. Você precisa descobrir o caminho da tranquilidade.

Pare de encher a sua mente, ela não é uma garrafa com fundo. Também não esvazie garrafas (especialmente se forem alcoólicas). Vá pela subtração. Quantas casa você tem? Quantas casas você usa? Quantas casas você paga com o tempo? Quanto eco há em sua mente, mesmo cheia?

Procure um caminho: Como disse Da Vinci, “é mais fácil resistir no início do que no final”. Tome uma decisão que lhe traga tranquilidade, é assim que a vida começa e assim que ela deve terminar.

Por fim, chegaram meus livros novos, comprei 6 mas só vou ler 1 pois os outros li e ouvi no digital.

Deixo aqui uma recomendação de livro em inglês.
Deixo aqui uma recomendação de livro em português.

Abraço,
Marcelo