O que fazer com a senha

Parece ser um KPI Talks despretensioso, mas não é, escrevo este e-mail de Porto Alegre após ter saído de algumas reuniões.

Estou escrevendo de dentro do carro, no banco do carona, afinal, me acostumei a escrever e ler durante as viagens de ônibus que fiz, foi necessário para concluir o M.B.A.

Meu primeiro investimento na Bolsa de Valores foi em 2007, de lá para cá o mundo mudou.

Alguns erros que cometi hoje são claros, por isso, também me sinto seguro em abordar este tema, sempre tendo em mente uma visão de longo prazo.

O meu papel aqui é tanto alertar você quanto opinar sobre ideias que possam fazer sentido para você perder menos tempo e dinheiro, manter o seu capital ou até mesmo gerar novas formas de renda, enfim, perder menos e ganhar mais.

Para isso leio, estudo e testo muito, e acredito que quem tem a pele em risco tenha mais segurança para abordar certos assuntos. Afinal, quem tem a pele em risco ganha e perde junto. Diferente dos palpites que existem por aí.

Confesso que tenho dificuldades em aceitar ler um livro de culinária de alguém que nunca cozinhou, é algo que não parece fazer sentido.

Pensei bastante, desde o último domingo antes de transmitir para você um pouco do que sinto quanto a nova versão do Brasil e pretendo assim gerar valor.

Quem sabe seja a primeira vez que você esteja lendo algo assim este ano…

Mas quero que você se prepare com antecedência para não cometer alguns erros que eu cometi.

Eu tenho desenhado alguns cenários para você aproveitar melhor o próximo momento do Brasil, mas antes nada era tão palpável quanto hoje.

O Brasil vai explodir. Nós vamos aos X mil pontos do Ibov. E quem sabe você ainda não se deu conta, mas todo mundo vai crescer.

Quanto é X?

É muito cedo para falar, pretendo voltar com isso em breve, mas geralmente é mais que imaginamos. Pelo menos acredito que após esta newsletter isto seja mais perceptível para você.

Talvez você não esperava por nada muito acima dos 100 mil pontos e eu corro um risco tremendo ao falar isso. Afinal de contas, não é o que se vê na TV.

Eu vejo a situação da seguinte forma:

Antes o Brasil era um iPhone cuja senha tinha letras, números e caracteres. Imagine a dificuldade de acesso ao Brasil. Era muito trabalhoso entender como desbloquear o celular, acessar o sistema e abrir um aplicativo. Muita gente desistia no caminho. E nós nos contentamos com isso por muito tempo.

De forma global, aquele país promissor dificultava as coisas, criava uma série de senhas e protocolos.

Quem queria investir no Brasil precisava entender muita coisa além do negócio em si, precisava entender de leis trabalhistas e tributos, fora toda a burocracia.

Sei disso, já conversei com alguns investidores e proprietários de empresas nos Estados Unidos, China, Alemanha e em outros países e é isso que eles sempre me relataram.

Eles quase nunca conseguem sair da tela de bloqueio inicial.

Poxa!

As empresas mais preparadas, montavam todo um aparato para vir para cá, depois de muito esforço descobriam a senha do iPhone do Brasil, acessavam o sistema e mesmo assim quando iam utilizar o celular a bateria acabava. Então, eles perdiam todo o trabalho realizado até o momento e com mais uma mudança política ou econômica do país perdiam dinheiro. Ninguém gosta de perder dinheiro.

Geralmente se você perde dinheiro você não quer mais saber e é isso que temos que evitar.

No ano passado meu amigo Arthur F. esteve comigo em algumas conversar onde os americanos disseram escrachadamente e de forma direta como geralmente falam:

Nós não investimos no Brasil, não entendemos a política, as leis trabalhistas e os tributos.

É isso, eles não sabem a senha!

Seria mais fácil sermos como a Inglaterra, por exemplo, ou como o Estados Unidos, onde para qualquer empresa investir nesses países, ou até para você como pessoa física investir, basta que você insira a senha correta no iPhone deles.

Vou passar as senhas para você:

  1. Senha do iPhone dos Estados Unidos: 1234

  2. Senha do iPhone da Inglaterra: 0000

  3. Senha do iPhone do Brasil: 900BiReformadaPrevidenciaeReformatributaria#19 (tudo junto sem acento, atenção às letras maiúsculas e minúsculas).
    P.S.: Se você demorar muito mudaremos a senha sem avisar.
    P.S. 2: A cada tentativa, você poderá tentar novamente em 6 meses.

É assim mesmo.

A senha irá mudar para 1111 em algum tempo e tudo ficará mais fácil para quem mora aqui.

Mal chegamos aos 100 mil pontos e as empresas nem começaram a mostrar os seus balanços mais positivos (fruto do novo cenário que há por vir, reformas, SELIC, etc…).

Paulo Guedes já sabia a senha, ele estava trabalhando no sistema operacional, logo vai liberar para o uso, ele já nos alertou disso, mas quem sabe você também esteja descrente com o Brasil que não decola. E enquanto isso nós seguimos corremos atrás da máquina.

Sim, é claro que teremos altos e baixos, isto é normal. Mas não quero crer que a nossa conceituada equipe econômica tenha passado os últimos meses só pensando na reforma da previdência e que se esqueceram de todo o resto necessário, por isso, penso que logo vamos ter uma série de pacotes econômicos no país.

Quando isso acontecer você vai precisar estar preparado para gerar novas fontes de renda, pois, são em momentos assim que se transformam centavos em reais, reais em X e X em…

Eu sei que nós temos uma mente linear e quem sabe não seja fácil imaginar isso hoje.

Mas é possível e está mais próximo do que imaginávamos.

Como você vai se preparar para a nova versão do Brasil?

Um abraço,
Marcelo