Edição 37 – Vai Demorar

Boa tarde.
A crise vai demorar para passar.
Grandes empresas, especialmente instituições financeiras,
seguradoras e fundos:
Os bancos centrais mundiais tem impresso dinheiro e isto já têm salvado
uma série de setores, o maior medo mundial é que grandes empresas,
seguradoras e fundos comecem a quebrar, trazendo um efeito cascata que
inundará todos os mercados – daí entende-se o por que os bancos centrais
tem posto tanto dinheiro no mercado (RESCUE PLAN). A maior parte dos
setores apresentarão grandes perdas nos próximos trimestres. A situação
mundial mudou.
Empresários, Pequenas e Médias empresas:
Concomitantemente, as empresas pequenas e médias já sofrem com a falta
de liquidez em seus produtos, redução de jornada e os efeitos relativos ao
maior endividamento das empresas no Brasil (se você foca em empresas de
qualidade, você não tem empresas endividadas na sua carteira – suspiro) e
no mundo são estrondosos e caminham para uma futura crise maior do que
está, ou de retorno lento.
Mundo e Brasil:
PIB’s menores em todo o mundo, já não se espera crescimento do PIB no
Brasil. O Goldman Sachs espera redução do GDP (PIB) americano em mais
de 20 pontos negativos no próximo trimestre. Os impactos continuarão.
Juros:
Recentemente o BC trouxe a Selic para 3,75% ao ano, talvez ele venha a
cair novamente na próxima reunião e volte a crescer a médio e longo prazo,
o que significa que agora pode ser/ter sido o melhor momento dos próximos
anos para financiar um carro, uma casa, um investimento. Quem sabe
olharemos para trás pensando, como foi bom financiar algo com aquele juro.
Dólar:
Deve se aproximar dos R$6 reais e voltar a se estabilizar próximo aos R$5,
quem sabe R$4,xx com a atuação do Banco Central Brasileiro.
Seu bolso:Se você depender da sua renda de ações para fazer algum investimento
provavelmente você só vá ver ganhos consistentes daqui a alguns anos:
1 mês (pouco provável);
6 mês (pouco provável);
1 ano (melhores chances mas ainda pouco provável);
3-5 anos (mais provável);

10 anos (muito provável).

Mas isto também que dizer que, se você teve valor destruído nos últimos
tempos, seja como empresário ou investidor, é muito mais provável que o
seu investimento retorne mantendo-se no mercado de ações do que indo
para a renda fixa, poupança, etc… (é improvável que você retorne um

investimento nestes produtos).

Paciência:
Dentre as minhas maiores virtudes como investidor, acredito que uma das
maiores delas é ser estudar filosofia, nestas horas é mais importante
raciocinar do que se emocionalizar, os prejuízos da emocionalidade podem
ser imensos. Para uma mente preparada, recomendo ler temas relacionados

ao Estoicismo.

Já chegou a hora dos investidores atrasados e detentores de Cash
*(ou que faz aportes constantes)?
Nunca saberemos ao certo, nenhum portador de bola de cristal sabe qual
será o fundo desta crise, mas é certo que a hora de comprar vai
chegando/se aproximando para os investidores atrasados ou para os
detentores de cash. Com os atuais preços em tela, já surgem barganhas,
especialmente nos Estados Unidos e também na bolsa brasileira.
Como a incerteza neste momento é a maior certeza, espera-se que as
pessoas reduzam seus gastos e investimentos bens não necessários no

curto prazo.

Agora é a hora em que o Value Investing (Empresas de Qualidade à bons
preços – barganhas)
faz sentido, no momento em que as empresas
encontram-se descontadas, ou seja, com margem de segurança, quem se
dará bem no longo prazo será quem é o investidor atrasado, ou detém
dinheiro para investir, em seguida os que fazem aportes constantes, que

fizeram uma boa gestão do seu portfólio como venho falando por aqui…

Abraço,
Marcelo