Um Novo Passo

Gramado, RS.

Estimado leitor,

Em Gramado o movimento voltou, os hotéis estão com ocupação permitida de 50%. Os hóspedes declaram suas condições de saúde e convívio recente e o sistema de agendamento do café da manhã, almoço e jantar nos hotéis funciona bem.

A neblina característica também voltou, que alegria aquela foto da Avenida das Hortênsias pela manhã – gravo na memória dias como este.

…Uma manhã fria e uma neblina fina, mas que impedia a visibilidade a cerca de 30 metros. Roupas de frio, tocas e luvas nas vitrines, chá, os jardins, o cheiro de mato. O charme europeu em meio a serra gaúcha. Como gosto de Gramado…

Com paciência tudo passa e as coisas encontram o seu caminho. De uma forma ou de outra já estamos acostumados ao novo normal, de diversas formas:

  • Tudo bem faltar algo no mercado.
  • Aulas online são melhores do que aulas presencias.
  • Reuniões virtuais são necessárias.
  • Novos hábitos são difíceis de serem criados.
  • A renda fixa não rende mais.
  • Os patrimonialistas não recebem mais os aluguéis que estavam acostumados.
  • O dólar não baixa de R$5.
  • Comemoraremos o nosso primeiro Natal em família com máscara (sem máscaras).

A lista cresce… o turismo cresce, a bolsa também.

Até quando?

Ainda me pergunto por que não máscaras venezianas? a beleza renascentista em pleno século XXI. O passado manda lembranças… as ameaças de guerras, a luta na rua, os conflitos, o desentendimento religioso, as ameaças no senado, as condições sanitárias precárias… e a beleza inefável dos castelos, da música erudita e da dialética.

Vivemos o mesmo mundo? Não…desconte a beleza inefável dos castelos, da música erudita e da retórica.

Dias de luta, dias de glória.

Esperarei sentado pela próxima crise – at the edge of the chair – ela virá. Enquanto isto o leitor esquece a poupança, esquece a renda fixa e volta o seu dinheiro para a renda variável e para o retorno da economia real.

As ações de tecnologia explodiram, o setor de turismo e aviação serão os próximos… os shoppings centers estão sendo apresentados ao novo normal.

Aliás, O COVID também é reapresentado aos contaminados, ou mal diagnosticados, uma nova onda? ou, ou, ou, ou…

Dá-se início a nova onda de IPOs na bolsa, todo mundo quer o seu dinheiro, da Petz (que chegou a bater mais de 10% no primeiro pregão) à Havan… esquecemos tudo, vamos viver, cuidem-se.

Ó vida, a neblina continua, enxergo apenas 30 metros à frente, melhor continuar.

Mais por vir,

Abraço.

Continue acompanhando.